PUB
mascote
PUB


08 setembro, 2018 Fantasia do Incesto

Tenho muito clientes no Sexphone e Virtual que têm essa fantasia.

Uns sentem uma completa aceitação...

Outros dizem-no baixo, com medo que as paredes os ouçam...

Para mim essa fantasia é aceitável pois todos dizem o mesmo. Fantasiam sempre com uma tia que têm! Eu, nesse papel de tia, sou perfeita LOL. Tenho uma colega minha que diz que eu quando falo à tia pareço o Castelo Branco… “O menino está possuído!”

Torna-se até divertido.

Fantasia do Incesto

Lembro-me que quando era pequena, ainda na primária levava os meus primos para o primeiro andar da casa da minha avó e obrigava-os a beijarem-se e a tocarem-se enquanto eu via e sentia o coração a disparar com uma mistura de medo de ser apanhada e com excitação. O meu desejo sexual despertou na creche com 3 irmãos e progrediu nas colónias de férias com 2 gémeos.

Ainda nem tinha chegado à secundária…

Na altura da secundária já tinha um namorado na escola, outro na rua por trás da minha e dois irmãos que moravam em frente à minha avó, e foi com um destes irmãos que perdi a virgindade aos 16 anos. Anos se passaram e eu tive sempre medo que os meus primos se lembram-se do que lhes fiz. 

Para meu espanto, há uns anos, encontro um terceiro primo no Facebook que me diz que nunca me esqueceu porque o beijei. Até hoje não me lembro desse evento! Eu acho que desde miúda só me lembro do que me convém. Marcamos um encontro no Colombo. Ele homem e eu mulher. Primos direitos e lindos! A minha família são todos muito bonitos! Muito disfuncionais, mas belos! Ah ah ah!

O beijo de crianças que não me lembro acabou na Margem Sul na casa dele, na cama dele! E repetimos… Até que eu feita burra decidi contar no jantar de Natal as minhas colegas e patrões!

Ora bem,

Estes patrões e colegas já andavam “a levar” comigo desde 1998. Levaram comigo a DESAPARECER, a chegar de elevador e a perguntar a um se tinha deixado as minhas meias no carro dele, com hotel pago no Porto/Foz e andar 1 semana de malas no carro sem colocar os pés no hotel pois andava entretida em V.N.Gaia. Assistiram inclusive a eu me despir no elevador e tocar a campainha de um gajo no Cacém nua! Ou seja, ao longo dos anos foram assistindo a comportamentos desviantes e chocantes da minha parte ao ponto que quando andava tudo com o livro de "As 50 Sombras de Grey" e uma perguntou-me “E tu não lês?”, a minha patroa respondeu “Quem? Ela?? Ela já fez tudo isso!”

Quando eu conto que andava metida com o meu primo direito a casa foi abaixo!

Em tantos, mas tantos anos só com um intervalo quando estive em Dallas foi a primeira vez que vi na cara dessas pessoas choque, indignação e revolta ao ponto de eu ter ficado confusa! Percebi que tinha passado os limites dos limites para a sociedade.

Conclusão:

Eu segui o meu caminho, o meu primo o dele… MAS… epá, foi uma grande foda! Abençoado primo que sabia mesmo foder! Quando a minha madrinha de batismo veio de férias de Boston cá eu fiz tudo para ela não se encontrar com ele, e inclusive consegui colocá-la contra ele de forma a que não tivessem contacto pois eu estava a morrer de medo que se soubesse! Eu normalmente ajo por impulso…depois logo penso nas consequências….

Muitas vezes perguntam-me: qual o teu fetiche? Não tenho! Eu sempre que tive um fetiche meti acção nele!

É tipo TRE (Terapia Racional Emotiva) ao contrário = Eu Penso, Eu Sinto, Eu Reajo 😊

Ter fetiches e não realizar?? Nahhhhh, eu nunca naveguei na maionese!

Mas agora estou muito mas muito mais calma 😊 Good news  to society 😊 Ya´ll can relax now!

 

blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis