PUB
mascote
PUB


16 abril, 2017 Sexo & Religião, Lda

Poderá o pecado original existir ao lado do pecado da luxúria?

Não querendo aqui ofender a crença de gente mal-fodida, mas o facto é que a maioria das religiões por este mundo fora fazem de tudo para que uma pessoa se sinta mal por gostar de foder.

Sexo & Religião, Lda

Escolham a vossa religião. Qualquer uma. Tirando os hindus que até uma biblia do sexo escreveram, todas parecem querer fazer do sexo uma coisa errada. Como se ter prazer do acto fosse algo abominável. Foda-se, eu também tiro prazer em comer camarão cozido com maionese e com todo o mal que isso faz ao meu colesterol e à carteira, porque é que o Gajo lá de cima também não se opõe? Aliás, até fazia mais sentido. Agora, foder outro ser humano com o propósito de dar e receber prazer? Ah, isso aí é que não. Logo a igreja que se fartou de foder pessoas durante toda a sua existência e agora dedica-se a foder a carteira aos crentes. De sexo percebem eles, pelos vistos.

Até sexo connosco próprios é visto como errado. Até o simples acto de esgalhar uma é motivo de abominação. Portanto, para a religião, cada foda deve resultar numa gravidez? Se assim fosse, este mundo estaria sobrelotado. Mesmo sendo um devoto (seja de qualquer religião for) esta regra tem de ser contornada. É curioso como é que as religiões se adaptam às mentalidades e modificam as suas “leis” para minimizar a perda de fiéis.

No fundo, é tudo uma questão de marketing.

Abstinência sexual. Esse grande estandarte moral do clero. Tem resultado bem, não tem? Acólitos abusados sexualmente, freiras que engravidam e isto é o que nós sabemos. Mas tudo bem, porque é a vontade Dele. Não, não é. É a vontade do Homem. Estas regras da piça para a piça, são invenção do Homem. Nada mais. Nenhum Deus que se preze do nome castiga quem quer que seja por praticar um acto natural. Devia sim, era castigar quem pratica actos contra a vontade de um terceiro, mas depois a Igreja ficava sem padres por estarem todos de cana. Practica a tua religião, acredita no que quiseres, mas fica a saber de uma coisa: ir contra a nossa natureza humana apenas porque vem escrito num livro escrito vá lá saber-se por quem, nada de bom trará.

Fazer gritar uma mulher “Ai Deus, que me estou a vir…” é a maior prova de amor possivel ao nosso Criador.

Não foi ele que disse para amar o próximo? Ora, esse próximo pode estar de quatro, certo?

Amen.

Até quarta e umas santas fodas para todos.

Noé

Noé

Noé

Trintão miúdo de coração ao pé da boca. Perdido em fantasias concretizadas e concretizáveis apenas preso por amarras do anonimato. Relatos passados de opinião libertina é um santo pecador por excelência.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis