PUB
mascote
PUB


12 outubro, 2017 No escritório...

Entro na sala de reuniões e já lá estás, fecho a porta e sento-me ao teu lado...

Tínhamo-nos conhecido na faculdade uns bons anos antes, lembro-me que no final do curso, numa noite em que ficámos um bocadinho mais doidos, acabamos por andar nuns amassos, mas mais nada. Não nos voltamos a ver... 

No escritório...

Eu era diretora financeira de grande empresa, tinha uma vida muito preenchida e sentia-me satisfeita!

Entretanto a empresa contratou um novo diretor de marketing. Quando houve uma reunião geral e te vi, nem queria acreditar. Há pessoas que envelhecem mesmo bem, excetuando uns quantos grisalhos muito bem plantados, e poucas rugas de expressão (que eu acho que são um charme) não se via mais nenhum sinal de que tinha passado mais do que uma década. Na verdade o que via parecia-me claramente um “improvement”, mesmo através do fato conseguia ver um corpo muito mais trabalhado do que me lembrava.

Os nossos olhares cruzam-se e o CEO da empresa apressa-se a apresentar-nos. Nenhum de nós deu a entender o dejá-vu que obviamente sentiu. Mas vi claramente que também me reconheceste.

Voltamos aos nossos lugares, mas durante a palestra e sempre que era possível, lá estava eu a espreitar pelo canto do olho, ou por cima da pasta dos documentos que tinha comigo, e sempre que tal sucedeu dei por ti a olhar para mim.

Eu tinha obviamente a minha vida mais que resolvida, encaminhada e feliz. Nem me passava pela cabeça pôr isso em dúvida. Mas uma pessoa sentir um frisson, uma atração é algo que nos alimenta o ego, a auto-estima, e nos faz sentir mais vivos, faz sentir que a vida é ainda mais espetacular e colorida do que a que se apresenta. Que embora perfeita é como se fosse uma pintura em tons de pastel… o que senti foi como um raio fluorescente ali pelo meio da tela.

A reunião terminou, e logo que termina vens até onde estou e fazes conversa de circunstância, enquanto me acompanhas até à saída. Fico a saber que também tu tens uma vida preenchida e feliz. Fico contente por saber disso.

Despedimo-nos com um beijo na face, mas os nossos corpos encostam um ao outro, impossível não sentir o calor do teu corpo… e tu do meu.

Vou até ao carro e ligo a música antes de arrancar para casa, há coisas que dizemos ser coincidência, mas devem ser mais que isso, talvez uma conspiração do universo, a música que passa não a oiço desde os tempos de faculdade, Run to You do Bryan Adams

She says her love for me could never die
But that'd change if she ever found out about you and I

Oh - but her love is cold
It wouldn't hurt her if she didn't know, 'cause...

Que cena! Bem vou à minha vida. À minha vida fantástica (que é mesmo) e este assunto já nem é assunto nenhum, não voltei a pensar nisto.

No dia seguinte, depois da reunião geral, reuni com a direção para analisar o orçamento por departamentos. Cada departamento tem um budget para investir/gastar, e eu demorei horas a preparar isto, tenho que analisar as vendas do período anterior e as vendas estimadas para o período seguinte.

Volto para o meu gabinete e mergulho nas análises financeiras. Nem me lembrei de ir almoçar, tão absorta que estava. Além do que adoro o meu trabalho!

Batem à minha porta e mando entrar, sem sequer olhar… Eras tu com uma sandwich e um sumo na mão.

Sorrio! Mando-te sentar e ofereces-me a comida, fico sensibilizada com a atitude.

Soube-me mesmo bem, não tinha reparado, mas a verdade é que tinha fome. E tu falas do budget que atribuí ao marketing e que obviamente achas muito reduzido. Sorrio… Estou mais que habituada a estas situações. O CFO é sempre o mau da fita de qualquer empresa.

Combinamos reunir ao final do dia na sala de reuniões para discutirmos este assunto. Quando vais a sair piscas-me o olho. Senti um calorzinho na barriga, sabe bem!

Entro na sala de reuniões e já lá estás, fecho a porta e sento-me ao teu lado para podermos analisar as coisas em conjunto.

Assim que abro o laptop e o ficheiro do departamento de marketing, viras-te para mim e sinto a tua mão no meu joelho e subindo acariciando a minha perna.

When it gets too much
I need to feel your touch

Pois, não há explicação. Há alturas em que o nosso cérebro se desliga, só pode ter sido isso.

Levantas-te e trancas a porta. Eu ainda estou imóvel.

Seguras-me nas mãos e iças-me! Beijas-me de uma forma completamente avassaladora. O teu corpo está colado ao meu, abres-me a camisa enquanto me beijas o pescoço e vais descendo.

Eu acaricio-te o cabelo, sinto um calor liquido no meio das minhas pernas, não consigo pensar em nada, mas o meu corpo está ao rubro.

I'm gonna run to you
I'm gonna run to you
Cause when the feelin's right I'm gonna run all night
I'm gonna run to you

Voltas a beijar-me, os teus lábios são macios e a tua língua tenta-me, abro a tua camisa e acaricio o teu peito, os meus dedos percorrem o teu corpo e deixam-te cada vez mais ansioso. Sinto a tua respiração acelerada no meu ouvido.

NoEscritorio2 MissFantasy

Ajudas-me a sentar e ajoelhas-te à minha frente, sento na borda da cadeira, deslizas as minhas cuecas pelas minhas pernas e beijas-me o interior das coxas, enquanto com o polegar acaricias o meu clit exposto e a minha pussy húmida. Lambes-me lentamente, é tão bom, inseres dois dedos dentro de mim e eu quero mais.

She's got a heart of gold she'd never let me down
But you're the one that always turns me on

Fico de cócoras à tua frente e abro-te as calças, solto a tua pila que estava com certeza ávida de liberdade. Olho para cima e vejo desejo louco na tua cara. Lambo-te enquanto os nossos olhos estão mergulhados um no outro. Nem consigo desviar o olhar quando te ponho todo na boca e chupo lentamente até à ponta, contorno a ponta com a língua fazendo movimentos circulares, e volto a chupar-te até me pedires para parar.

You keep me comin' 'round
I know her love is true
But it's so damn easy makin' love to you

Sentas na cadeira e monto-te. Os meus joelhos estão a fazer pressão na cadeira ao lado das tuas coxas. Tiras-me a camisa e tiras-me o soutien. Beijas-me enquanto as tuas mãos me acariciam as mamas e sinto os meus mamilos a arrepiarem-se.

Entras dentro de mim, todo! Estou tão molhada! É tudo tão intenso, sinto-te cada vez mais fundo. Sinto-te a expandir dentro de mim, as nossas respirações aceleram, sinto um prazer quase épico, é fantástico, talvez porque eu não estava nada à espera disto…

Despedimo-nos… Sinto-me feliz!

Somos colegas e amigos, e temos este segredo nosso. Nunca mais aconteceu, mas “enriqueceu-nos” ambos esta experiência. Só levamos desta vida… aquilo que vivemos.

I got my mind made up
I need to feel your touch

Miss Fantasy

Miss Fantasy

Mulher com uma imaginação delirante e muitas fantasias secretas por realizar.
Acredita que Deus nos deu o corpo para ter prazer e que cada vez que atingimos o orgasmo, o Nirvana, a plenitude, estamos mais perto de Deus.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis