PUB
mascote
PUB


18 abril, 2018 A minha pila de sonho

Tal como um carro, todo o homem tem o seu ideal de pila

Atenção que eu não estou a expressar o meu desejo por pila alheia. Há muito que decidi que gosto muito da minha e as restantes não me interessam minimamente, contudo, também eu sou um rapaz sonhador e é uma pila fantástica o grande protagonista desse sonho.

A minha pila de sonho

Não que esteja propriamente zangado com o Criador a propósito do que Ele me deu, mas um homem nunca está satisfeito com o carro que tem e com a pila. Muito se especula sobre a relação existente entre o carro que se conduz e o tamanho da pila e é costume dizer-se que um carro grande é uma forma de compensação para a falta de tamanho de narso. Não sei. Pode ser que alguém precise de uma carrinha de caixa aberta para levar a pila. Também não sei, isto sou eu a especular. Mas eu vou mais longe. A minha pila de sonho é muito mais do que um instrumento maior, é um total upgrade à tradicional pila masculina.

A primeira coisa que eu queria na minha Pila 2.0, seria um botão de on/off. Foda-se, porque não? Quantas vezes eu já não a quis baixar o cenas de manhã para ir mijar descansado e andei ali de vareta em riste a derrubar caixas de amaciador e escovas de dentes? Demasiadas. O botão de on seria para todas aquelas vezes que eu gritei “UP, SIMBA! UP!” e o “Simba” deixou-se ficar a dormir à sombra da bananeira. Esta função iria precisar de uma bateria, por isso, o segundo extra da minha Pila GT TDI seria entrada USB para carregamento, transferências de ficheiros e hotspot wifi. Antes que me chamem de maluco, quantas vezes quiseram passar um filme do PC em casa de um amigo vosso e não podiam por não terem – e passo a citar – “o caralho da pen”? Ora, aí está. E um hotspot wifi, porque hoje em dia tudo é um hotspot wifi (até uma pila).

Mas saindo da parte tecnológica e entrando nas características da carroçaria, a pele da minha pila de sonho deveria ser em aço temperado! AHAHAHAHA! Estou a brincar, como é óbvio. Deveria ser do mesmo material que fazem as asas dos aviões para tornar a coisa mais aerodinâmica e com boa resistência ao ar. Também deveria possuir ADN de camaleão, para poder mudar de cor conforme o gosto da pessoa com quem estou. Fantasia de um big black cock? Possível. Fantasia de foder com um daqueles bichos do Avatar? Toma lá uma pila azul. Até deveria ser possível ligar um modo SOS para pôr o nabo a piscar em caso de acidente rodoviário ou naufrágio no mar alto. Já imaginaram a Força Aérea à procura de sobreviventes em pleno Atlântico, o piloto dizer “não se vê um caralho!” e de repente *BLINK BLINK* e ali estou eu? Eu sei, sou um visionário.

Como característica final, queria que a mesma fosse amovível para poder levar a pila de férias numa pouchette ou até mesmo emprestar a um amigo. Aliás, o futuro é este: partes do corpo amovíveis. Sempre tínhamos qualquer coisa para atirar à cabeça de um gajo que nos ultrapasse à campeão numa fila de trânsito.

Bom, um homem pode sonhar.

Até domingo e boas fodas.

Noé

Noé

Noé

Trintão miúdo de coração ao pé da boca. Perdido em fantasias concretizadas e concretizáveis apenas preso por amarras do anonimato. Relatos passados de opinião libertina é um santo pecador por excelência.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis