PUB
mascote
PUB


02 novembro, 2018 Contracepção de Longo Prazo

Os métodos contraceptivos não servem só para evitar uma gravidez...

Para quem nunca ouviu falar, contracepção de longo prazo serve precisamente para estar protegido contra uma gravidez indesejada mas não só!

Contracepção de Longo Prazo

A maioria das mulheres recorre aos métodos contraceptivos para evitar uma gravidez, mas não é só para isso que eles servem: servem também para regular o humor, prevenir doenças, evitar dores menstruais e ciclos menstruais irregulares, etc..

São muitas as razões que podem levar uma mulher a usar estes métodos.

Em Portugal, ainda nos dias de hoje o método contraceptivo mais utilizados é a pílula, mas todos nós sabemos que a pílula tém diversos efeitos secundários, para não falar dos possíveis esquecimentos ou mesmo situações de saúde que possam anular os seus efeitos, como vómitos ou diarreia.

A ciência foi avançando e hoje em dia, é possivel recorrer aos chamados «contraceptivos de longo prazo».

Em Portugal temos os seguintes:

  • Implante: É um pequeno tubo de silicone colocado no braço por um profissional de saúde, tem uma eficácia superior a 99%, dura cerca de 3 anos e funciona através da libertação de hormonas no sangue.
    + Vantagens: Dura 3 anos sem manutenção, melhora os sintomas da menstruação, permite à mulher amamentar e impede a menstruação.
    + Desvantagens: Período menstrual irregular, principalmente nos primeiros tempos, aumento de peso e deverá ser colocado e retirado por um especialista.
  • DIU: Pequeno aparelho em plástico, forma de T, contém um fio de cobre que mata o espermatozóide.
    + Vantagens: Dura uma média de 5 a 10 anos, não contém hormonas, reduz o risco de trombose, tem maior eficácia na possibilidade de gravidez indesejada.
    + Desvantagens: Tem de ser colocado e retirado pelo médico, sangramento mais abundante e maior duração, dor menstrual, risco de rejeição nos primeiros meses, possivel reacção alérgica ao cobre.
  • SIU: Dispositivo pequeno de plástico macio e flexível em forma de T, baixa dose hormonal libertada a cada 24 horas, acção predominante no local, não contém estrogénio, dura em média 5 anos.
    + Vantagens: Baixa dose hormonal, eficácia elevada, redução de dores menstruais, reduz o risco de trombose, alta durabilidade.
    + Desvantagens: Pode causar desconforto, pequeno risco de infecção durante os primeiros 20 dias, corpo poderá rejeitar, menstruação irregular ou mesmo inexistente, tem de ser colocado e retirado pelo médico.

Todos estes procedimentos são comparticipados pelo nosso sistema de saúde.

No mês passado, uma profissional questionou-me como eu fazia para trabalhar quando estava com o período.

Eu, infelizmente, por questões de saúde, não tenho período - já não tinha quando me tornei webcamgirl por isso não sei o que é trabalhar nessas alturas.

Mas sei que hoje em dia é possível a mulher não ter menstruação e duas das formas estão nos quadros que referi:

  • Uma percentagem elevada de mulheres que colocam o «Implante» ou o «SIU» deixa de menstruar durante todos aqueles anos.
  • Outra forma muito utilizada e a toma da pílula contínua como a «Cerazette», que é tomada de forma contínua sem qualquer interrupção, impedindo assim a mulher de ter menstruação.

A ideia que algumas pessoas têm que a mulher tem de ter período todos os meses para fazer a «limpeza» do organismo é mito - se não «ovular» não há limpeza para fazer.

Mas antes de tomar qualquer decisão, consulte sempre o seu médico e exponha as suas dúvidas e escolha a melhor opção para si.

TugaEris
www.tugaeriscam.com

TugaEris

TugaEris

 
Webcamgirl viciada em shows eróticos virtuais, fascinada pelo mundo do sexo e tudo o que rodeia procurando dar a conhece lo através da escrita.
 
Shows no Skype:anadocura
 
  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis