PUB
mascote
PUB


11 junho, 2017 Os 5 estilos musicais a evitar durante o sexo

A banda sonora errada para uma foda certa.

Muitos de nós decidimos criar ambiente para foder com um pouco de música em fundo. Já perdi a conta a quantas punhetas perdi a ver porno na internet à conta de uma má escolha musical dos intervenientes. Até percebo que se usem aquelas lamechices românticas ou até mesmo um chill out com flautas para ela soprar no pífaro, mas existem escolhas que não trazem nada de bom a ninguém.

Os 5 estilos musicais a evitar durante o sexo

HEAVY METAL

Os poderosos riffs de guitarra e a bateria a pulsar até podem dar alguma motivação a um gajo, mas assim que o vocalista - por norma, masculino - começa a cantar, consegue abafar por completo os gemidos que estamos a provocar. Sinceramente, não é nada sexy estar a malhar numa gaja e ouvir um gajo a gritar em vez dela.

RAP

Haverá escolhas mais consensuais dentro deste espectro, mas foder com um gajo por trás a dizer dez vezes o código postal, de onde vem e quantos gajos já matou com uma AK47, pode ser um tira-tusas de primeira.

MÚSICA CLÁSSICA

Sem dúvida que os grandes mestres da antiguidade são os responsáveis pelas mais lindas e belas composições alguma vez feitas, mas alguém consegue foder a ouvir Chopin? Ou Schumann? É que isto era malta que não fodia, entendem? Talvez um Wagner ainda consiga transformar a foda em algo épico (“Ride of The Valkyries”), mas poucos mais conseguem transmitir a mesma sensação.

PIMBA

Sim. A ironia que um estilo musical com o nome de “PIMBA” não seja bom para foder é muita. Primeiro, se já ouves pimba sem ser a foder, muito provavelmente não fodes com ninguém. Mas na eventualidade de engatares uma gaja qualquer (surda, digo eu!) e achares que pimba é a música que essa ocasião pede, então só mereces as doenças venéreas que vais apanhar. Nos ouvidos. Tu e ela.

TECHNO

Eu cresci nos anos 90 e tive a minha dose de “puntz puntz”. Na discoteca. Depois, já em casa, o “puntz puntz” era o som que o caralho fazia a cada investida e não a banda sonora. Além que aquilo tem alturas que acelera e se um gajo quer acompanhar o ritmo a foder, vai deixar um cheiro a carne assada que se vai sentir em dois concelhos vizinhos.

 Até quarta e boas fodas. Com ou seu música.

Noé

Noé

Noé

Trintão miúdo de coração ao pé da boca. Perdido em fantasias concretizadas e concretizáveis apenas preso por amarras do anonimato. Relatos passados de opinião libertina é um santo pecador por excelência.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis