PUB
mascote
PUB


27 agosto, 2017 Querida Maria: “Porque é que ele bate tanto à punheta?”

Os benefícios da masturbação masculina são demasiados para não o fazer.

A masturbação masculina - vulgo “punheta” - é uma daquelas raras atividades que todos fazem, mas que ninguém fala - e se, por qualquer motivo estranho, alguém perguntou se te masturbavas, provavelmente respondeste algo como: "Porque é bom, foda-se! ou "Não tinha nada mais que fazer hoje à tarde!"

Querida Maria: “Porque é que ele bate tanto à punheta?”

A maioria das pessoas não tem esta conversa, porque há uma quantidade de vergonha associada ao autoerotismo e ao sexo em geral - as mulheres em particular estão condicionadas a discutir a sua sexualidade. E enquanto a sexualidade masculina não é tabu, não é assunto que surja em muitas vezes em conversa entre amigos. O prazer é definitivamente o benefício mais óbvio e imediato da masturbação. Mas sabem que mais? A masturbação faz realmente BEM a um Homem e não sou eu que estou a dizer, mas sim pessoas que estudaram realmente a questão a fundo (muitas punhetas foram batidas nesta experiência). Vejamos alguns dos melhores benefícios:

É um anti-stress comprovado!

Sabem quando dizem que o exercício melhora o humor? É irritante, mas nós sabemos que eles estão certos. A razão para esse impulso de humor pós-treino é porque trabalhar fora libera substâncias químicas cerebrais chamadas endorfinas, o que faz você se sentir mais feliz e menos estressado. Bem, ter um orgasmo é como fazer exercício, mas com mais intensidade. O orgasmo estimula a circulação de hormonas nos neurotransmissores, incluindo oxitocina, dopamina e endorfinas. Todos estes químicos estão associados ao prazer e à redução do stress, explicando porque nos sentimos como esparguete mole depois de nos vir-mos. É um medicamento natural contra a insónia ou estou errado? Quantos de nós não esgalhamos uma para dormir melhor?

Tudo isto significa que a masturbação é, portanto, uma maneira viável de aliviar o stress, o que torna a punheta um bom substituto do ioga, salvo se andarmos a foder com uma professora de ioga (o que é melhor!).

É uma boa maneira de melhorar a nossa vida sexual!

O encontro de Jason Biggs com uma sobremesa na American Pie é um bom exemplo dos estereótipos vergonhosos sobre a masturbação - que é embaraçoso e algo que só os virgens solitários fazem. Na realidade, a masturbação é uma óptima maneira de melhorar a vida sexual de um casal. As pessoas em relações sem sexo são menos propensas a se masturbar, enquanto um casal com uma vida sexual activa tem uma maior tendência a masturbarem-se mais. Há uma variedade de razões para isto, e é possivelmente um cenário de pescadinha de rabo na boca. Se a tua vida sexual é boa, tens mais motivos para fantasiar, maior consciência do que gostas e não gostas, e é mais provável que sejas um parceiro sexual comunicativo, curioso e envolvido.

A masturbação tem sido associada a níveis mais altos de auto-estima nas mulheres e, embora não tenha havido pesquisa equivalente que mostre a relação entre auto-estima e masturbação em homens, é provável que seja igual. A relação entre auto-estima e masturbação faz sentido. Masturbar-nos significa que estamos a investir tempo e energia para nos conectarmos mais ao nosso corpo e o que nos faz sentir bem. Por inerência, sentirmo-nos conectados ao nosso corpo e mais conscientes do prazer, faz-nos sentir mais seguros da nossa sensualidade. Embora a imagem de um homem a bater uma não seja nada sexy.

Pode ajudar a prevenir uma doença!

Masturbadores regulares têm um risco diminuído de cancro na próstata (homens apenas, obviamente), o que deve ser a única desculpa que precisamos para o fazer. Ou não.

A questão sobre a masturbação é que ela não tem um objetivo definido.Simplesmente é bom! No entanto, os benefícios para além daquele orgasmozinho vitorioso são bastante importantes para o nosso bem-estar de corpo e alma.

Que tal se deixasses agora a leitura do blog do X uns momentos e fosses cuidar de ti?

Até quarta e boas punhetas.

Noé

Noé

Noé

Trintão miúdo de coração ao pé da boca. Perdido em fantasias concretizadas e concretizáveis apenas preso por amarras do anonimato. Relatos passados de opinião libertina é um santo pecador por excelência.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis