PUB
mascote
PUB


13 novembro, 2016 Ressaca que nos fode a foda

Ontem foi tudo muito giro, não foi? E agora?

Fodeste a carteira, fodeste a cabeça e até podes ter fodido uma gaja (ou parecido!). Mandaste aquela esporradela épica igual à saída do champanhe que bebeste, viras-te para o lado e adormeces em segundos. Provavelmente a rapariga já estava mais para lá do que para cá e também se junta a ti no merecido descanso do guerreiro.

Ressaca que nos fode a foda

12:00 do dia seguinte. Os primeiros raios de sol querem entrar na janela e consigo trazer o despertar tardio que tanto necessitas. Estás bem, vivo pelo menos. Mas a cabeça, ai essa cabeça. O mínimo movimento dela provoca dores e tonturas. Olhas para o tecto e sentes-te um gato bêbedo dentro de um cesta de um helicóptero em queda rotativa (não me perguntem o que faz um gato bêbedo dentro de um helicóptero, mas são merdas que acontecem!). Ao teu lado, jaz um “panda” vítima da sua maquilhagem esborratada. Que se foda - pensas tu - os pandas estão em extinção e tu não te importas de foder um, certo? O pensamento agrada-te a ti, a ela e aos vossos instrumentos, pois já estás de verga feita e ela a tocar-se com dois dedos. Tem tudo para ser uma foda épica, mas não. Quando te metes por cima dela, começas a aperceber-te de uma realidade bem mais dura que o teu caralho: não há condições. O teu hálito assemelha-se ao bafo do cu de um camelo no mercado da baixa de Marraquexe e o dela, apesar de mais agradável fruto das bebidas maricas que elas adoram, não fica assim muito atrás. O cheiro do vosso corpo está entre o “cadáver putrefacto” e “outro cadáver mais putrefacto”, pois o banhinho ainda não se deu. Se nos aventurarmos por zonas mais engaçadas e onde se costuma meter a boca e a língua, o aroma e sabor não deve ser propriamente o mais agradável, contudo, quando tem de ser, tem de ser. Mas não deixa de ser desconfortável - especialmente para ela - e por duas razões:

Ambos sabem que não estão propriamente a saber e a cheirar a CK One.
Ambos sabem que a outra pessoa tem nariz, língua e vai sentir o que o outro está a sentir.
Ambos não vão deixar de fazer o que tem de ser feito, mesmo que não seja a opção que mais agrade a ambos.

Estás tão ressacado que nem reparaste que eu escrevi três razões, quando tinha dito duas. Adiante. Claro que isto sou eu a dizer sem ter a moca afiada, na altura, até um “botãozinho de rosa” vai, se for preciso. Está comprovado cientificamente que as pessoas ficam com a líbido mais acesa numa ressaca, o que é fodido. Por isso, para os adeptos de algo mais “clean”, é tomarem os dois um banhinho e voltarem para o bem-bom. E tomem um paracetamol cada um, por favor. Estar a dar com o badalo numa tipa e ter o badalo de um sino a bater-nos na cabeça é horrível.

Eu vou curar a minha ressaca e tentar esgalhar o bicho sem acordar a senhora. Não me apetece foder um “panda”!

Até quarta e boas fodas.

Noé

Noé

Noé

Trintão miúdo de coração ao pé da boca. Perdido em fantasias concretizadas e concretizáveis apenas preso por amarras do anonimato. Relatos passados de opinião libertina é um santo pecador por excelência.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis