PUB
mascote
PUB


23 junho, 2018 Traição

Traição um valor moral que se está a tornar um conceito.

Ontem vi um programa que se debatia sobre se o Sexo Virtual é considerado traição. Há sempre aquela percepção de que como não se toca  na mulher"não o é"…

Traição

Por isso, tanto cliente como a Webcam Girl decidem a forma como ver a coisa, conforme lhes é mais confortável emocionalmente!

Qualquer pessoa é livre de entrar em negação, racionalização e justificação!

Neste debate podia-se entender que cada vez mais a traição que outrora era uma "regra", um valor moral, se está a tornar mais num conceito, pois a forma como se vê está a largar as raízes católicas.

Uma das coisas que se continua a ouvir é "há que haver diálogo" entre os pares.

Que poderia ser uma decisão em conjunto.

Poder pode e é OK, mas também iria-se perder o impulsionador "do acto" que é a adrenalina.

A adrenalina da traição é o ponto crucial do ser humano.

O diálogo seria bom se o par tiver o mesmo conceito.
Ao passar a ser aceitável perde-se a adrenalina e o desejo de procura diminui.

Temos que ter limites e um dos limites é o de primeiro verificar se seria OK para o outro abordar esta situação.

Possivelmente o outro poderia pedir o divórcio!!!! E depois? Dizia-se: "Estava a brincar!"

Estes supostos diálogos que se deve ter entre os pares é muito bonito e por vezes é dito de forma leviana.

Há casais que precisam de um support system = suporte de outros, para poderem em grupo ou com alguém certificado para isso, de forma a que primariamente se estabeleça um local seguro para ambos.

Muitas vezes é necessária a continuação de forma a que se consigam quebrar estigmas, preconceitos, conceitos, e assim, de uma forma saudável, um dos pares decidir o que é melhor para si mesmo e para a relação!

Entra-se para uma relação com determinadas regras e comportamentos e o querer mudar isso pode-se tornar bastante assustador para um dos pares e pode mesmo levá-lo(a) à depressão devido a uma quebra de auto-estima fulminante!

Dá-se um ênfase enorme ao Sexo quando na verdade há vários comportamentos e escolhas que também se podem chamar de traição!

Tudo aquilo que é feito em segredo, onde se sabe que para o par não é OK, pode ser chamado de traição!

Um exemplo básico e simples pode ser o de levantar dinheiro de uma conta conjunta sem autorização do outro e ir gastar esse dinheiro em jogo, por exemplo.

Traição aplica-se a tudo que se faz quando há uma consciência que o outro seria contra ou iria magoar o outro.

Por isso, e para além de se estar a tornar um conceito, continua a ser uma decisão pessoal e uma escolha pessoal.

A traição pode acontecer quando o EU quer sair um pouco da pressão!

Nunca e em tempo algum um homem ou uma mulher deverá dizer ao seu par que o traiu só porque sente culpa e vergonha!

É uma forma egoísta de se libertar da culpa e vergonha e transferi-la para o seu par!

O "traidor" é libertado.

O "traído" é feito refém da culpa - "se eu fosse mais magra, se eu tivesse mais sexo, se eu fosse mais bonita, se, se, se..."

Feito refém pela vergonha = Começa-se a comparar com outras pessoas e como está sobre culpa e vergonha, todas e todos parecem ter mais bom aspecto.

Acabam, muitas vezes, A QUERER SABER COM QUEM FOI, de forma a se compararem e a "chicotear" comparando-se com a outra(o).

blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis