PUB
mascote
PUB


11 outubro, 2017 Viciado em sexo

Problema ou conceito abstracto?

Vícios. Todos temos um, seja de que forma for. Em trabalho, alcóol ou drogas. Legais e ilegais. Vício da gula ou do desporto. Todos precisamos de uma obsessão para viver, correcto? Poderá ser o sexo viciante?

Viciado em sexo

Deixem-me colocar esta questão de outra forma: uma pessoa que come todos os dias é viciada em comer? Não. Está apenas a satisfazer uma necessidade fisiológica. Pela mesma ordem de ideias, quem fode todos os dias (pessoas sortudas!) está exactamente a fazer o mesmo, no entanto, eu posso viver sem foder (socorro!) mas não sem comer. A grande questão é quando se come demais - isso sim, um problema. E foder demais? O que é foder demais?

Haverá algo como demasiado sexo?

Depende. O que será demais para mim não o será para o leitor ou vice-versa. Tudo o que é demais faz mal. Será que esta vontade monstra de estar sempre a foder é má? Há um nome para isso: homem. Curioso que uma mulher que goste tanto de foder como um homem é chamada de ninfomaníaca e um homem, bom, está apenas a ser “homem”. Isto é completamente rídiculo.

Tal como todos os outros supostos vícios, os mesmos só são prejudiciais quando começam a afectar-nos como adultos funcionais. Quem nunca se escapuliu para o WC do trabalho para esgalhar uma após ver o decote da colega levante a mão (já que a outra deve estar ocupada!). No entanto, se passas o dia no WC a espancar o menino e o trabalho fica por fazer, então já tens um problema nas mãos (salvo seja). Se eu pudesse, estava o dia inteiro a foder (ou a bater à punheta), mas por alguma razão, o corpo não deixa. Nem as responsabilidades.

O que é vício? É demonstrar um comportamento obsessivo com algo, mas não seremos todos nós obsessivos com sexo? De certa forma, somos todos viciados, cada um à sua maneira. A haver um problema relacionado, o mesmo não estará apenas ligado ao desejo, mas a uma compensação ou descompensação de algo.

Todos podemos comer menos ou deixar de ir ao casino. De reduzir as idas ao ginásio antes que se parta alguma coisa que faça falta (como a gaita). Mas deixar de foder vai resolver o quê? Se há coisa que todos sabemos é que a privação de sexo só aumentará ainda mais o desejo e é nestas alturas que um gajo pondera enfiar a gaita em objectos inanimados.

Vício em sexo? Sim. Doença? Não.

Até domingo e boas fodas.

Noé

Noé

Noé

Trintão miúdo de coração ao pé da boca. Perdido em fantasias concretizadas e concretizáveis apenas preso por amarras do anonimato. Relatos passados de opinião libertina é um santo pecador por excelência.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis