PUB
Classificados X - Acompanhantes - Classificados Convivio
PUB


02 janeiro, 2017 Sexo (mas com intimidade)

Porno com amor! Será afinal, este o ingrediente que falta à pornografia?

"Lover" é uma curta sobre sexo que quer mostrar uma forma diferente e mais autêntica de filmar a intimidade do prazer sexual. Filmado com casais reais, este pequeno filme mistura sexo e sensibilidade...

Sexo com casais verdadeiros

"Lover" é uma curta da autoria de Will Hoffman e Julius Metoyer, dois realizadores da Califórnia, nos EUA, que elaboraram este filme especialmente para o site Nowness.

Insatisfeitos com a forma como o sexo é retratado nos filmes, nomeadamente na pornografia, eles decidiram fazer a sua própria versão autêntica do sexo.

Assim, ao longo de uma semana, enveredaram por uma verdadeira busca pelo sexo e pela intimidade de pessoas reais, filmando casais verdadeiros para conceder mais verdade ao filme.

Os participantes no filme são do círculo de amigos dos realizadores e também foram recrutados através de buscas em anúncios de classificados na Internet.

Eis o que os dois realizadores têm a dizer sobre o filme, conforme declarações ao site Nowness...

"As cenas de sexo em filmes narrativos são sempre insonsas e o porno está apenas noutro nível de insinceridade. Queríamos fazer um filme que não fosse sobre ver sexo, mas, ao invés, que despoletasse memórias sobre a forma como nos sentimos quando nos rendemos emocionalmente a um parceiro. Aquele momento em que te soltas de ti próprio, da tua consciência e te abres ao impulso e ao desejo."

Will Hoffman e Julius Metoyer também falam da forma como vêem o sexo na indústria cinematográfica (porno ou nem tanto).

"O porno parece ser um estilo de filmagem que está apenas, focado nas imagens sexualmente gráficas e explícitas. As pessoas adoram-no e a sua popularidade está provada, mas a sua representação específica do sexo faz com que todo o sexo pareça esta coisa suja. Se o teu único objectivo é excitares alguém, então deves fazer porno. Se quiseres fazer com que alguém pense ou sinta algo diferente, tens que criar um conjunto de regras diferentes, a maioria das quais inventámos pelo caminho."

E quanto a como é filmar cenas de sexo? Eis o que os realizadores dizem...

"Percebemos rapidamente que ter os nossos casais a virarem-se para qualquer lado, de 90 a 180 graus, era muito mais fácil do que mudar a câmara e reposicionar a lente. Para maximizar a nossa filmagem, tivemos que falar e dizer coisas tipo ‘Podem fazer isso, mas colocando as cabeças viradas para a janela?’ Falar foi estranho, no início, mas aprendemos que havia uma altura certa para pedir e uma altura errada para o fazer."

Gina Maria

Gina Maria

Moça católica e de boas famílias, apaixonada por secretas fantasias, eternamente interessada em mais, mais, mais...

blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis