PUB
mascote
PUB


27 Marzo, 2017 Casas de massagens! Existe sexo?

Todos gostamos de um bom bife de vaca, mas não queremos ver a vaca a ser esquartejada...

Bem, aqui a vossa amiga Eris voltou a aprontar das suas, e como só acredito naquilo que vejo fui me infiltrar num desses supostos «Spa´s de Luxo» onde indicam «Não existir convívio»...

Casas de massagens! Existe sexo?

Andei numa rede de «spa´s» da zona Centro e Norte - não vou referir qualquer nome apenas informar como funciona na realidade, aquilo que o cliente não sabe e a maioria não quer saber.

Afinal, todos nós gostamos de um bom bife de vaca no prato, mas não queremos ver a vaca a morrer e ser esquartejada.

Bem, os «spa´s» que conheci eram efectivamente, casas legalizadas, nada discretas, com montras gigantescas com imensa publicidade. O espaço em sim, luxo a nível de decoração, completamente 5 estrelas, tudo pensado ao pormenor, até alarmes de incêndio, extintores, facturas, preçário, livro de reclamações, e tudo o mais que possam imaginar num espaço efectivamente comercial de luxo. E acreditem que visitei mais do que um e dois em localidades diferentes e todos dentro das mesmas condições.

Ou seja, locais completamente legalizados, com toda a decoração, inclusive algumas funcionárias com contrato de trabalho e a prestação de serviços (chamados recibos verdes).

E então, o que é que se passa nestas casas realmente?

Os serviços disponibilizados, apesar do que está afixado na parede que é fictício, claro que são: massagem em marquesa vestida com descompressão manual, massagem em marquesa em lingerie com descompressão manual, massagem em tatami lingerie nua ou body to body, sempre com a descompressão manual.

As meninas são massagistas efectivamente ou têm formação na área?

Não, a maioria vem de outras áreas, as casas não facultam formação prática, apenas umas frases teóricas e a menina está por sua conta. Resultado: umas espalham óleo, outras fazem efectivamente massagem.

Apesar de em termos decorativos e até nas meninas venderem a ideia do luxo, falham nos materiais. Em todas as casas em que estive usam Óleo Jonhson - nada contra, mas qualquer pessoa com formação sabe que não é o indicado para uma boa massagem, mas é efectivamente o mais barato! Algumas casas disfarçam, colocando dentro de outros frascos, outras nem se dão a esse trabalho.

É como o aquecedor de óleo - uma que visitei tinha e era usado, a outra era a garrafa de óleo mesmo, nem disfarçava, nem aquecia, nem mesmo na palma da mão (uma técnica de massagista formada: faz uma concha na mão para o óleo aquecer um pouco antes de o aplicar). E na outra tinha um daqueles, nem sei explicar, mas aqui em casa eu comprava, parecem uns potes que se vendem na "loja do chinês": mete-se uma vela pequena por baixo e eu aqui em casa coloco um aromatizador por cima, ali o belo do Jonhson era assim que se fazia!

Em termos de gel de banho, igualmente, uma embalagem bonitinha recarregada com gel de banho do mais barato.

TugaErisCostas2

Preços, existe claro uma tabela afixada para a inspecção, mas os aplicados são entre os 50 euros e os 120 euros, sendo o mínimo vestida em marquesa com a descompressão e o máximo tatami nua com descompressão manual.

Em termos de condições para as meninas, é 70%/30%. Um exemplo: pagam 50 euros, a casa fica com 40 euros, a menina com 10 euros - a duração é sempre a mesma, 1 hora.

Conclusão: nem sei o que vos diga! Cada vez que me infiltro em algum lado - e efectivamente é a única forma que existe de sabermos como realmente as coisas funcionam -, fico sempre com a sensação de que o fundo do poço é sempre mais abaixo.

Se os clientes gostam deste negócio? Eu acho que eles existem... Não sei porquê? Meus amigos, eu com 120 euros contratava uma menina com corpo de top model, fazia a massagem, o convívo completo e ainda deixava gorjeta!

E como «massagista», uma hora nua a roçar-me e a bater uma para ganhar 30 euros e a casa 90 euros, também não me parece um bom negócio.

Perguntam-me! Não existe mesmo sexo nessas casas?

Bem, isso é uma conversa complicada - a menina pode fazer mais lá dentro e pôr o dinheiro ao bolso, ou pode existir um acordo com a casa para ela lá dentro sugerir mais alguma coisa, de modo a que a casa possa sempre alegar não saber de nada e continuar na legalidade, mas que seria uma foda muito cara, seria.

Sei de um caso em que uma massagista desabafou que teve, como lhe chamou, uma «foda de coração». Um cliente que a excitou ao ponto de ela efectivamente ter feito sexo com ele - se isto foi trabalho ou não!? Não sei, mas que pagou 120 euros pela massagem, mais 200 euros de gorjeta, pagou. Continuo a achar que com esse dinheiro, contrato uma acompanhante um fim de semana inteiro, das giras... O que acham?

Bem, fico confusa... Meninos que já foram a estas casas, meninas que já trabalharam nestas casas, se puderem mostrar o vosso ponto de vista, positivo e negativo, agradeço, porque eu efectivamente só analisei três casas na zona centro/norte e só me pareceu vantajoso para o patrão.

E mais uma informação, para que tenham cuidados com os sítios que frequentam: das casas que vi, os patrões não estavam, mas existiam câmaras escondidas que captavam a entrada dos clientes, a cara inclusive. Claro que era apenas uma forma de as meninas não roubarem, mas ainda assim, penso que quem frequenta estas casas quer discrição absoluta.

Contem-me tudo!

Beijinhos.

Tugaeris

TugaEris

TugaEris

 
Webcamgirl viciada em shows eróticos virtuais, fascinada pelo mundo do sexo e tudo o que rodeia procurando dar a conhece lo através da escrita.
 
Shows no Skype:anadocura
 
  • Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.
blog comments powered by Disqus

Poner anuncio grátis