PUB
mascote
PUB


28 dezembro, 2017 Amizade colorida

Friends with benefits.

Eramos amigos há tanto tempo que já nem sei desde quando. Uma amizade pura e sincera, combinávamos tomar café, jantar, dissertávamos sobre vários assuntos durante horas, aquelas conversas em que não se dá pelo tempo passar.

Amizade colorida

Riamos imenso juntos. Flirtávamos também, não creio que com intenção de vir a ter alguma coisa um com outro, acho que somos ambos assim, brincalhões, também elogiávamos um ao outro, sempre com o coração.

Estivemos quase sempre em relações e nunca deixamos que a nossa amizade esfriasse, podíamos estar mais de um mês sem nos vermos que sempre que era possível combinar algo, era como se tivéssemos estado juntos ontem.

Aprecio muito a amizade, acho que é o sentimento mais puro e desinteressado que existe, quando verdadeira como a nossa.

Não vou dizer que não tivesse já imaginado como seria, se algo acontecesse entre nós, acho que existia da minha parte essa curiosidade de como seria. Às vezes imaginava, mas logo punha essa ideia de parte.

E se isso estragasse a nossa amizade? É o que ouvimos ter acontecido com outros que o levaram adiante.

Talvez connosco fosse diferente, afinal isso só dependeria de nós, não estragar. Se fosse bom ótimo, se não fosse bom, teria sido mais uma experiencia, afinal a vida é isso uma soma de experiencias, umas boas outras um verdadeiro fracasso.

Sempre que pensava nisso a minha curiosidade fazia-me divagar, imaginava como seria a tua expressão de prazer quando entrasses dentro de mim.

Imaginava como seria ter-te no meio das minhas pernas, as nossas conversas às vezes divagavam sobre sexo, mas quase sempre para o tom da brincadeira e nunca aprofundamos o assunto.

Conhecíamo-nos tão bem que quase adivinhávamos o que o outro ia dizer, paixão entre nós nunca houve, era mesmo uma amizade querida, doce e talvez com alguma faísca que ocasionalmente surgia, mas logo era extinta com alguma parvoíce que dizíamos um ao outro.

Combinámos jantar, seria em tua casa e depois veríamos um filme juntos.

Lá cheguei à hora combinada, abres a porta, estavas de calções, T Shirt e avental quando entrei com duas garrafas na mão, com os braços esticados acima da cabeça como se estivesse a comemorar ter recebido uma taça qualquer! Here I am!

Ris-te e tiras-me as garrafas das mãos! Dás-me um abraço daqueles apertados e um beijo na testa.

Vou até à cozinha e vejo uma parafernália de tachos, frigideiras, taças e o lava-loiças cheio de tralha! Franzo os olhos e digo que assim não pode ser, vou organizando a loiça e tu abres o vinho para o pôr a respirar.

Vamos rindo e comentando disparates, serves o vinho enquanto continuas de volta do fogão, ainda eu sem perceber que raio de cozinhado ia sair dali.

Vamos bebendo o vinho e pondo a conversa em dia, andavas nuns projetos novos e estavas entusiasmado, feliz mesmo, do tipo de felicidade que todos temos quando temos um novo e excitante objetivo.

Pus-te a par das minhas últimas viagens, e rimos juntos com as historias que eu tenho sempre para contar, mesmo que nada aconteça, há sempre algo que vi ou imaginei que seria e divago sobre isso.

Serves a comida, tiras o avental e sentamo-nos! Até acendeste uma vela, e claro fizemos piadas sobre isso também, eu sugeri que não devias ter pago a luz e já estavas a antecipar o corte acendendo velas.

Bem o jantar estava divinal, acho que como demasiado avidamente, pois sais-te com uma expressão de “deves estar mesmo com fome, deixa lá, quem não é para comer, também não é para foder”. Rimos mais!

Abrimos a segunda garrafa de vinho e continuamos na conversa, acho que já nem consigo comer a sobremesa e tu fizeste uma tarte de chocolate, que prendado! E sabes que adoro chocolate. Bem há sempre mais um espaço.

Sinto-me redonda que nem uma lontra quando me sento no sofá, na parte que tem chaise long, sentas-te ao meu lado e ficamos bem juntinhos no sofá para vermos o filme.

O filme era de ação, mas também tinha algum romance, a determinada altura os protagonistas envolvem-se e a musica de fundo é Nothing Else Matters dos Metallica. Sorrimos um para o outro, e estamos tão perto que os nossos narizes quase tocam

So close no matter how far
Couldn't be much more from the heart
Forever trusting who we are
And nothing else matters

Devo estar a ter alucinações até me pareceu que a letra que já ouvi milhares de vezes é sobre nós.

Dás-me a mão, olho-te creio que interrogativamente, e pões um dedo nos meus lábios, como que a dizer-me para eu não dizer nada.

Never opened myself this way
Life is ours, we live it our way
All these words I don't just say
And nothing else matters

Sim de repente nada mais importa, a sala está na penumbra, a televisão está ligada e tu acaricias o meu braço, estamos recostados lado a lado no sofá, aproximas-te e os teus lábios roçam os meus. Fecho os olhos, já tinha imaginado isto, na realidade os teus lábios são ainda mais macios, o teu hálito é quente e inebriante. Beijas-me o lábio de cima e sugas ligeiramente o de baixo.

Trust I seek and I find in you
Every day for us something new
Open mind for a different view
And nothing else matters

Relaxei, estava a acontecer, e no fundo eu queria, deixei-me ir. Afinal tu és amigo, que raio de mal pode advir daí… se me arrepender será depois, e depois lidarei com isso.

Amizade2

Despes-me devagar, na tua cara vejo desejo puro, e isso deixa-me excitada, fico completamente nua, tu tiras a camisola.

Puxas-me pelo sofá até eu ficar deitada na beira com as pernas de fora.

Beijas-me os pés e sobes pelos tornozelos, sussurras apenas e dizes-me para me deixar ir, para não pensar.

Tento fazer isso, concentrar-me nas sensações únicas que produzes em mim, sobes pelas minhas pernas, os teus dedos desenham por mim acima, enquanto me vais beijando até chegar ao interior das minhas coxas, acaricias a minha pussy primeiro com os dedos e sentes a minha humidade, olhas para mim e pões um dedo na boca. Que visão estonteante! Com os dedos abres-me e dás toques com a língua no meu clit até ficar turgido e exposto, a tua língua passeia-se mais abaixo até eu ficar completamente rendida e o meu cérebro deixar de funcionar.

Elevo-me, e sento-me na beira do sofá, baixo-te os calções, Wow… uma pila amiga e tão espetacular! Quem diria! Olho para a tua cara, estás meio eufórico mas sorridente, agarro a base da tua pila, com a outra mão acaricio as bolas ao de leve, e contorno a tua pila com a língua, lambo-a desde a base até a ponta sem tirar os olhos dos teus. Gosto tanto do que vejo que a abocanho toda e vou chupando até à ponta, rodando a língua à volta. Pedes-me que pare.


Never cared for what they do
Never cared for what they know
But I know

Eu sei, eu só sei que te quero dentro de mim, quero que a minha pussy engula essa pila toda! Não posso esperar mais!

Viras-me de costas, fico de quatro, com o tronco em cima do sofá, acaricias a minha pussy por trás, inseres um dedo, uma espécie de reconhecimento do território! Está pronta, mais que pronta, entras dentro de mim devagar, vais fazendo pequenas investidas até entrar todo, bem fundo dentro de mim, sinto as tuas bolas baterem na minha pussy, a cadência perfeita, e quando me sinto liquefazer, sais de dentro de mim, e sinto que te vens quente no fundo das minhas costas.

So close no matter how far
Couldn't be much more from the heart
Forever trusting who we are
And nothing else matters

Não ficou nada estranho, fomos para a cama os dois! Ficamos abraçados e entrelaçados. Senti-me muito protegida e acarinhada. Adormecemos.

No meio da noite, acordo com uma tesão que nem sei explicar, vou para cima de ti, beijo-te, retribuis o meu beijo e sinto como se nos fundíssemos, acaricias a minha pussy e entras dentro de mim.

Amizade3

Estávamos muito quentes, acaricias as minhas mamas, beijas e sugas os meus mamilos, baixo-me e beijo-te as minhas mãos também percorrem o teu peito, deslizo sobre ti e os nossos corpos fundidos ondulam até ao êxtase.

Forever trusting who we are
And nothing else matters

Miss Fantasy

Miss Fantasy

Mulher com uma imaginação delirante e muitas fantasias secretas por realizar.
Acredita que Deus nos deu o corpo para ter prazer e que cada vez que atingimos o orgasmo, o Nirvana, a plenitude, estamos mais perto de Deus.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis