PUB
mascote
PUB


21 março, 2017 “GP não é diversão é trabalho!”

Eu sou do tipo que sei provocar sussurrando no ouvido.

Olá.
Mais um texto meu aqui, hoje a historia que vos conto é de um cliente TOP, que eu atendi, primeiro contacto foi por email, combinamos tudo com uma semana de antecedência.

“GP não é diversão é trabalho!”

Ele não pediu muito, apenas um convívio completo de 1h30 com a possibilidade de ser estendido por mais tempo, queria também a minha rebolada ao vivo assim como ele viu nos vídeos, hora e dia marcado, fez tudo como meu protocolo (parece chato, mas, cliente que é honesto e respeita não cria problema em seguir a regras de protocolo), as regras básicas minhas são:


• Atendo de 4 a 5 clientes por dia
• Faço marcações após as 11h
• Agendamento por email implica em mandar SMS a confirmar
• No dia e 1h ANTES do nosso encontro deve confirmar me a marcação
• Tolerância de 15min para atrasados, logico que se ligam e falam que estão atrasados eu espero.
• Na confirmação do encontro 1h antes também implica o atraso de 15min, se não automaticamente encaixo alguém.


Isso tudo para evitar bolo e atender pessoas de mau carater e que não respeitam o trabalho das pessoas.
Como diz minha amiga “VAN”: “GP não é diversão é trabalho!”
Prosseguindo o nosso conto, o cliente fez tudo isso sem nenhuma reclamação, e ligou me 1h antes como combinado, e foi a primeira vez que escutamos a voz um do outro, eu estava a chegar ao apartamento, havia ido buscar o nosso vinho uma vez que eu fiquei de providenciar, pois, ele não teria tempo para isso.
Chegou a nossa hora, tudo como deve ser, eu estou linda e encantadora e já louca para fazer a reboladinha tão pedida (kkkkk viciei agora só quero rebolar).
Ele chega pontualmente, abro a porta e meu cliente lindo e perfumado, com aquele perfume que nunca lembro o nome mas me encanta e vou chama lo de R.
R cumprimenta me de forma carinhosa e respeitadora, atravessamos o corredor e vamos ao nosso quarto, que nesse momento é só nosso.
Falamos um pouco, os meus mimos para “quebrar o gelo”, e começamos a conversar, e o seu nervosismo é visível e então peço que abra o vinho para brindarmos, agora que eu coloquei o homem nervoso, mas ele saiu se muitíssimo bem, e como estava cansado de um dia de trabalho ofereci uma massagem, e ele aceitou prontamente, massagem relaxante e com toques de sedução e ele começa a ficar seduzido pelo meu toque, pela minha pele na sua, minha boca em seu corpo, assim como na música que eu amo e diz assim:

 

Eu sou do tipo que sei provocar sussurrando no ouvido

Vou deslizar no seu corpo
Só usando minha boca
Te pegar do meu jeito
Não, não brinque comigo
Quero mais que uma noite
Quero que me provoque
Quero que me enlouqueça
E que dance comigo

Começamos a ter química e afinidade e peço lhe para sentar na cadeira do “DIVÔ que eu vou fazer o que ele tanto espera, sim agora é a vez de rebolar gostoso e fazer ele delirar, começo a rebolar, dançar para ele naquele ambiente meia-luz e ele não resiste e começa a me tocar, sinto sua boca pelo meu corpo, suas mãos a tocar meus seios de forma gentil e gostosa, então as suas mãos vão descendo e percorrendo o meu corpo e eu ainda estou de costas a rebolar ate que a sua boca chega ao meu “bumbum” e sinto os teus beijos e ouço os seus suspiros e ouço a frase:


“Isso é tudo muito melhor ao vivo”.


Hora de virar me de frente e mostrar a “pepeka” de frente, e rebolo muito mais e deixo que ele toque na “pepeka” de frente, já estou totalmente húmida, vou para cama de 4 e faço mais reboladinhas para ele, que não resiste e vem dominar meu corpo, me tocar de costas deitada na cama e acariciar tudo da melhor forma.
Agora é a minha vez peço que ele deite se e vou para cima, chupo o seu “pau” bem gostoso, e em alguns momentos pede para eu chupar mais devagar, camisa no lugar e vou para cima dele, prometi que faço bem devagar e assim cumpri, fui sentando bem devagar e fiz cavalgadas devagarinho.
Ele pede para vir pra cima de mim e eu deixo então ele penetra dentro de mim devagar e fica um bom tempo ali a me comer e a sentir me molhadinha.
Então resolve me por de 4, aiiiii que eu amoooooooo.
Comeu a minha “bucetinha” bem gostoso, as vezes devagar, e as vezes com mais pressão.
Agora trocamos o preservativo, lubrificante no lugar e hora de comeu o cuzinho, ele meteu devagar, me deixou controlar até que entrou todo e ele foi comendo devagar, acariciando e em movimentos leve comeu meu cuzinho.
Trocamos a camisa mais uma vez e ele voltou para comer a “bucetinha” e senti que ele já estava a explodir, fui para cima dele com meu rabinho todo aberto para ele e sentei gostoso como diz, fiz com pressão e ele explodiu de tesão.
Ficamos a falar a rir, a beber mais vinho e finalizamos o nosso lindo encontro.

beijinhos

 

 

Sophia Saad

Sophia Saad

Olá! Sou Sophia Saad, acompanhante, me classifico como a menina dos quase 4mil homens, mas, calma ainda não cheguei lá! Brasileira, advogada de formação, acompanhante de profissão e pela minha formação devem saber de onde veio o meu gosto pela escrita.
O sexo move os meus dias, o prazer me faz mais feliz e adoro falar do sexo tanto para homens como para mulheres, dar dicas,falar o que se passa no meu "consultório" sexual.
Quer saber? Me acompanhe aqui.

+351 920 395 226

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis