PUB
mascote
Banner Favoritos
PUB


17 agosto, 2017 O carpinteiro

Dirigi-me à carpintaria, bamboleante no alto dos meus saltos e encontro-te...

Eu tinha aberto um wine bar numa ruazinha muito catita há uns meses e as coisas estavam a correr-me muito bem!

O carpinteiro

Quando temos um sonho e batalhamos para o ter, a excitação e a adrenalina tomam conta de nós e nem precisamos descansar até ter o objetivo concluído.

A vida sorria-me e eu sorria para a vida! Andava feliz, o wine bar não era apenas frequentado pelos locais, mas também por imensos turistas e o negócio florescia. Como sou por natureza inquieta, estava sempre a tentar melhorar as coisas, a criar novas ideias, novos petiscos e tapas, e até a mudar a decoração.

Todos os dias ao ir para o wine bar passava por uma carpintaria, já tinha espreitado para lá, e tinha ficado impressionada com uma ou duas peças que vi na entrada que refletiam o trabalho que ali se fazia, de muito bom gosto, bons pormenores e acabamentos cuidados.

Um dia acordei especialmente feliz, e claro com a cabecinha cheia de ideias, tomei um duche, e claro passei as mãos pelo meu corpo usando o meu gel de duche preferido e muito exótico. Toquei-me, já havia uns tempos que não tinha sexo, a minha adrenalina ultimamente vinha dos negócios e do novo projeto que iniciara e que tanta excitação me dava. Mas realmente uma coisa não substitui a outra nem de longe... quanto muito complementam-se.

Dentro de mim havia um fogo que não se extinguia... eu tentava satisfazer-me sozinha, mas é como quanto tentamos apagar um fogo com um vaporizador, vá ele até baixa mas está lá e volta e meia surgem labaredas.

Saio do banho a cantar...

Full moon in the city
And the night was young
I was hungry for love
I was hungry for fun

Sempre gostei desta música, Touch me da Samantha Fox! Andava pelo quarto a cantar enquanto me vestia, estava calor mas não demasiado, prefiro assim. Vesti um vestidinho sexy estampado que me deixava os ombros à mostra, tinha um pequeno folho na parte de cima! Vesti uma tanguinha tigresa e umas meias de ligas, sapatos simples de salto alto!

Entro na rua do wine bar e como de costume passo pela carpintaria quando te vi, camisa aberta e a segurar uma grosa, quando os nossos olhares se cruzaram. Os meus olhos percorreram-te o corpo e senti os teus a percorrerem o meu, olho de novo nos teus olhos e vejo lascívia pura, estávamos a uns 2 metros de distância e isto não durou mais que 2 minutos, mas enquanto os meus olhos estavam nos teus, os teus descem até aos meus lábios e vejo um sorriso de completa devassidão.

Fico meio sem jeito, enfim... lá percorri os 50 metros que vão da carpintaria ao wine bar. Até tive uma certa dificuldade em concentrar-me nas tarefas do dia-a-dia, volta e meia na minha cabeça estava aquele olhar, aqueles lábios que eu queria a passear no meu corpo, e aquele peito que entrevi na camisa aberta a roçar pelo meu.

O dia lá se passou mas eu e as minhas ideias, já me tinha surgido uma que requeria um trabalho feito na carpintaria.

I was hunting you down
And I was the bait
When I saw you there
I didn't mean to hesitate

Dirigi-me à carpintaria, bamboleante no alto dos meus saltos e encontro-te, era final da tarde e estava na hora de fecho.
Assim que me vês sorris, um sorriso travesso, que me deixou ainda mais curiosa.

Expliquei a minha ideia, queria umas mesinhas feitas com pipas de vinho. A ideia era simples, mas pelos vistos ainda era algo que requeria algum trabalho.
Deste indicações a um colaborador para fechar o estabelecimento e dirigimo-nos às traseiras, tinhas algo para me mostrar que serviria de inspiração para o trabalho que fui requisitar.

Passamos por um corredor um pouco escuro e logo depois estávamos numa divisão um pouco escura, a única luz que se via, vinha de uma pequena claraboia...

Fechaste a porta! Não fosse eu estar tão excitada acho que ficava assustada, o teu olhar era de desejo, dominação, há uma coluna estreita no meio da divisão e eu recuo até lá à medida que dás uns passos na minha direção.

Sinto o frio da coluna na parte de cima das costas, a parte descoberta do vestido, aproximas-te de mim, e sinto o calor da tua respiração, os nossos narizes quase que se tocam, enlaças-me pela cintura e beijamo-nos! Um beijo arrebatador, como se todo o desejo e tesão reprimidos finalmente sentissem que podem ser libertados.

A tua mão direita desce da minha cintura para o meu rabo, o nosso beijo é longo, molhado, demoras-te a saborear cada recanto dos meus lábios, as tuas mãos sobem pelas minhas costas e voltam a descer para o meu rabo. Estou tão extasiada e excitada que tenho os braços inertes pela surpresa de sentir o teu sabor tão bom.

This is the night
This is the night
This is the time we've got to get it right

(This is the night)
Touch me, touch me
I want to feel your body

As tuas mãos voltam a subir e puxam o meu vestido para baixo. Tinha um vestido daqueles que ficam pelos ombros, que fica seguro apenas por um elástico. Assim que puxas as minhas mamas ficam expostas, e as tuas mãos contornam-nas e acariciam-nas. Estou excitada, já junto as coxas a pressionar uma contra a outra, a tentar satisfazer-me, sinto as mamas pesadas e os mamilos duros. Deixas a minha boca por uns momentos, para passar a língua pela minha orelha, estou toda arrepiada, vais descendo com beijos e com lambidelas até contornar os meus mamilos eretos.

Fecho os olhos e quando os abro não te vejo logo... voltas para ao pé de mim com umas algemas, franzo os olhos surpreendia, mas sorris-me e dás a entender que está tudo bem.

Desces todo meu vestido, e fico apenas de tanga, meias de ligas e sapatos de salto alto. Desces-me a tanguinha, ao fazê-lo passas com os teus dedos ao de leve pela minha pussy. Quero! Quero tanto! Mas também estou curiosa com este jogo...

Despes-te! Ficas apenas de boxers justos, fico deliciada com o que vejo, mas já não ia ver nada por algum tempo.
Encostas-me ao estreito pilar onde tinha estado encostada antes, levantas-me os braços e juntas as minhas mãos atrás e prendes com algemas, depois pões-me uma venda nos olhos.

Carpintaria2 MissFantasy

Não consigo ver nada, mas sinto as tuas mãos a percorrerem o meu corpo lentamente, beijas-me lentamente, sinto a ponta dos teus dedos percorrerem o meu tronco, demorando-se em redor das minhas mamas, e dirigindo-se devagar para a minha pussy.

Your heart beat next to mine
(This is the night)
Touch me, touch me now

Demoraste por lá, os teus dedos percorrem-me lentamente a pussy e entretanto abres-me, sinto um sopro quente no clit ao que me agito. Depois sinto a tua língua húmida e quente a percorrer-me, a fazer movimentos circulares no clit de tal forma que me deixa em brasa.
Continuas a lamber-me, eu não consigo ver, só sentir, talvez por isso se torne tão sensual, cada toque das tuas mãos, cada movimento da tua língua é sentido com uma intensidade indescritível.

Sinto-me derreter completamente! Sinto o teu corpo contra o meu, tiras-me as algemas, mas apenas para me mudar de lugar. Tiras-me a venda por segundos, até me sinto baralhada... pestanejo para me habituar à claridade, que sendo pouca é imensa para mim que estava mergulhada na escuridão.

Quick as a flash you disappeared into the night
Did I hurt you boy?
Didn't I treat you right?
You made me feel so good
Made me feel myself
Now I'm alone & you're with somebody else

Não sei onde estás... Na minha frente vejo um espelho, vejo-me só de meias de ligas, saltos, vejo a humidade brilhante no meu sexo, as minhas mamas espetadas, os meus mamilos eretos... até que te vejo surgir por trás de mim! Sexy como o raio! Já nu, com uma ereção descomunal, estico a mão para tocar-te, mas não deixas.
Dizes-me que hoje é tudo para mim, para o meu prazer... e voltas a vendar-me!
Levas-me pela mão, não andamos muito, à minha frente estão uma espécie de grades de ferro, e prendes-me as mãos com as algemas nessas grades.

This is the night, yeah
This is the night
This is the time we've got to get it right

As tuas mãos acariciam-me por trás, estico o rabo excitada, e de repente sinto uma palmada com algo de madeira. Ai! Dor! Calor! E de repente sinto a tua mão acariciar a zona, como que a acalmar. Não sei que objeto é mas creio que seja uma espécie de colher de pau.
Mais uma caricia por trás! E de novo uma palmada, mesmo já junção das nádegas com as pernas, que como estou de rabo esticado apanha-me um pouco a pussy. Doi! Excita! De novo uma caricia calmante.

Hot & cold emotions confusing my brain
I could not decide between pleasure & pain
Like a tramp in the night
I was begging you
To treat my body like you wanted to

Foi assim algumas vezes, e cada vez eu estava mais excitada, uma das vezes, ao passar a mão para acariciar, a minha humidade já era muita, e puseste-me um dedo na boca, sentir o meu sabor, fez com que soubesse que estava ainda mais excitada do que imaginava.

De repente sinto o teu corpo colado ao meu, sinto a tua pila dura e enorme contra as minhas nádegas! Agarras-me o cabelo e puxas-me o cabelo para trás, beijas-me e lambes-me os lábios e o pescoço.

Uh...
Uh, I was ready for you...

Sinto-te a entrar dentro de mim, numa investida estás a tocar no mais fundo de mim.
Falha-me uma respiração, tu não paras e eu não quero que pares, com uma mão puxas-me o cabelo, com a outra acaricias-me o clit, enquanto cada vez mais rápido vais-te movimentando dentro de mim. Sinto que estou perto de me vir de novo! Num dos movimentos fico encostada à grade de ferro, e sentir o frio do ferro contra o meu corpo até me acalma. Mas por pouco tempo, sinto o sopro quente da tua respiração ofegante no meu ouvido, e sinto-me diluir de prazer...

(This is the night)
'Cos I want your body all the time

Miss Fantasy

Miss Fantasy

Mulher com uma imaginação delirante e muitas fantasias secretas por realizar.
Acredita que Deus nos deu o corpo para ter prazer e que cada vez que atingimos o orgasmo, o Nirvana, a plenitude, estamos mais perto de Deus.

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis