PUB
mascote
PUB


05 agosto, 2016 Quando só pensamos em sexo - Parte II

Continuo perdida nos meus pensamentos sexuais...

Acho que realmente, quando estamos muito tempo sem ter relações sexuais reais, acabamos por sentir a falta de sexo e o nosso sub-consciente lança-nos continuamente pensamentos automáticos de carácter sexual, dos quais não conseguimos fugir...

Quando só pensamos em sexo - Parte II

Dia de sol. Resolvo caminhar um bocadinho até à praia, convencer-me de que a caminhada vai queimar os 20 kg que tenho a mais até chegar lá e colocar-me no meu lindo fato-de-banho de grávida - sim, porque a única forma que vejo de não parecer uma gorda feia, é parecer uma grávida bonita!

Chegando à praia, dou um mergulho à gatinha, para não molhar as pestanas que são falsas, e estendo-me na toalha ao sol, a ler um livro para maiores de 18 anos - erótico claro! Até que oiço:

- Filho, anda com o pai ver gajas boas!

Palavras mágicas! Não sou o filho, mas sento-me logo na toalha - também quero ver gajas boas e gajos bons, com a fome com que ando, o que vier à rede é peixe, não há esquisitices!

Começo a olhar a praia - credo! qual peixe! só petinga e sardinha. Eu até gosto de sardinha, pelo menos do cheiro e da ideia de a comer, mas depois é só cuspir espinhas (não me agrada).

Após alguns minutos, já preparada para arrumar a trouxa, lá vejo um carapau a sair da água, com ar de bem passado e pronto a colocar no pão e a ser deliciado e lambuzado. Pele bronzeada, corpo tonificado, mas nada de exagero, uns 37 anos, moreno...

Começo logo a imaginar utilidade para as barraquinhas existentes na praia - confesso que já não via barraquinhas na praia desde miúda! Sabem o que é?! Aquelas que parecem tendas e fecham e fica uma espécie de mini-quarto - perfeito!

Imaginei-me logo a pôr-me às cavalitas do morenaço, numa maratona até à barraquinha mais próxima. Fechava o toldo e festarola o resto da tarde.

Mas, infelizmente, o belo nem olhou para mim - deve mesmo ter pensado que eu era uma grávida, já com as botas arrumadas. Nem sorriu para mim.

Não há transmissão de pensamentos e lá arrumo a minha trouxa a fazer beicinho - nada de festarola esta tarde.

Para a próxima, vou com um biquini todo sexy, a ver se alguém me convida a conhecer uma barraquinha - o que acham?

Beijinhos, boas punhetas, bons mergulhos e visitem a minha praia :) Quem sabe não cruzamos olhares...

TugaEris

TugaEris

Portuguesa cam girl de profissão, viciada em sexo virtual assumida, procura não só ganhar a vida, mas aventuras e, quem sabe, um princípe encantado neste gigantesco mundo virtual.

blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis