PUB
mascote
PUB


18 maio, 2018 2@2 Club Swing

Fiquem com a minha aventura no Clube de Swing 2@2 em Coimbra.

Como já tem sido habitual para mim, sábado à noite fui visitar mais um Clube de Swing - desta vez, o escolhido foi o 2@2 - Coimbra. Tive alguns percalços e em vez de chegar às 20h para o jantar de confraternização, acabei por chegar às 24h e antes que me perguntem, não demorei quatro horas a chegar, talvez duas horas!

2@2 Club Swing

Até Cernache tranquila, chegando lá o meu sentido de orientação pifou e tive de ligar para para pedir indicações, mas não me identifiquei, estive apenas ao telefone a receber direcções, quando chego ao local corei de vergonha!

Uma vivenda gigantesca, coberta de neons azuis como se fosse um pirilampo extraterrestre.
Como é que eu não encontrava a casa! De certeza que se vê do espaço!

A vivenda está cercada por um muro grande impossível de saltar e o portão mantém o anonimato dos seus frequentadores.

Os portões abrem-se, uma cena digna de um filme e quando o meu carro se aproxima o Relações Públicas olha para o interior, perde a pose e grita:

É A TUGAERIS! Podias ter dito ao telefone que eras tu. Bem-vinda!

Lá fico eu corada novamente, ainda me sinto sempre constrangida quando alguém que nunca conheci me reconhece da Internet.

Páro o carro e entrego-lhe a chave e peço para o estacionar - não sei se será um serviço que o bar possa vir a disponibilizar, mas acreditem que nenhum dos donos dos carros à volta iam gostar que fosse eu a estacionar, se já sou má a conduzir, imaginem a estacionar!

Cumprimento o dono do espaço e faço a minha entrada triunfal de sabrinas de ballet, foda-se que vergonha! ainda não tinha calçado os saltos altos nem posto um batom!

Bar completamente cheio e muitos fatos de gala - afinal era a noite dos «Oscar», eu pensava que era apenas um nome mas não! É uma noite temática onde apresentadores trajados a rigor atribuem estatuetas em forma de «Oscares» aos diversos casais.

- E o casal mais assíduo é... (tambores) casal XPTO!
(aplausos) Casal sobe ao palco, recebe a estatueta e discursa!
Uma temática diferente sem dúvida.

Os «RP» fazem as honras da casa e apresentam-me todo o espaço. Não sei quantos quartos são porque perdi a conta mas posso garantir que há espaço para todos, e para todos os gostos.
Com porta para os mais tímidos, com camas comunitárias para grandes orgias, quartos escuros para os envergonhados, quartos sem porta para os mirones e para quem queira participar...

O meu favorito foi o BDSM - tem a cruz, algemas, baloiço, cavalete, glory hole e uns mini-compartimentos de foda que eu nunca tinha visto, fez-me lembrar umas cabines que existiam na sexshop do Rossio, para quem não conhece ou não se recorda, eram mini-cubículos em que de um lado estava uma mulher a masturbar-se e do outro o homem assistia, quando o tempo acabava, fechava a cortina, fez-me lembrar pelo tamanho e tipo de compartimento, mas aqui não há vidro e o toque é permitido.

TugaEris ClubSwing2

De volta ao r/c, a dona abre uma garrafa de champanhe, afinal a noite é de festa - bebo alguns fluts enquanto conheço os casais e sei um bocadinho das histórias de cada um, nestes locais transformo-me numa esponja a tentar absorver o conhecimento que todos têm para partilhar.

Tanta mulher boazona que quase dá para ter um orgasmo cerebral e homens bons, é verdade, se não tivesse ido em trabalho, ainda tinha ido lá acima andar no baloiço - homens para empurrar não faltavam!

Já há algum tempo que eu iniciei esta digressão pelo mundo do swing e posso garantir que cada bar tem o seu conceito de swing e de como ele decorre dentro do espaço, o que é universal é o sentimento de «família». Ao questionar um casal sobre o que fazia daquele espaço especial ela responde sem hesitação:

Eu confio em cada uma das pessoas. Se eu necessitar de qualquer uma lá fora, seja para o que for, estarão lá do meu lado. Já aconteceu!

E o que faz os casais irem àquela casa e não a outra?
Os donos!

Os Anfitriões fazem a casa! Quanto mais antigos e conhecidos forem no meio mais influência, mais casais atraem ao local e isso reflecte-se no espaço em si!

Neste caso, a dona está no mundo do swing há treze anos. Foi o primeiro casal a representar o swing em Portugal no VI Salão Erótico de Lisboa, iniciaram com casa na Lousã, passaram por outras localidades, como Cascais, e em 2007, abriram a vivenda de Cernache que mantêm até hoje. Onze anos de muitas peripécias, tendo como pilar uma Grande Mulher à frente de uma grande casa de sexo.

A vivenda não é das mais requintadas onde estive, mas é a mais higiénica, mais espaçosa e mais bem aproveitada, porque funciona todos os dias podendo assim os seus frequentadores usufruírem de todo o espaço interior, bem como do magnifico jardim exterior e piscina.

Prometo voltar para poder não só falar do espaço, mas de aventuras sexuais.

2@2 Swing Clube - Onde tudo é permitido e nada é obrigatório!

TugaEris

TugaEris

TugaEris

Portuguesa cam girl de profissão, viciada em sexo virtual assumida, procura não só ganhar a vida, mas aventuras e, quem sabe, um princípe encantado neste gigantesco mundo virtual.

skype anadocura

youtube:tugaeris

instagram:tugaeris

  • Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis