PUB
mascote
PUB


10 Noviembre, 2017 Vídeo-entrevista com TugaEris

Ivone a Cortesã entrevista TugaEris num artigo imperdível.

Uma conversa franca entre duas mulheres de armas e ambas cronistas do blogue X! Ivone a Cortesã entrevista TugaEris num artigo imperdível, onde a webcam girl fala da sua experiência nesta actividade.

Ivone a Cortesã - Relembra-nos do dia em que tomaste a decisão de ser Webcam Girl?
TugaEris - Já tinha amigas que trabalhavam como camgirls há mais de um ano. Por isso já conhecia o trabalho. Fiquei desempregada, o valor que recebia de subsídio de desemprego não era o suficiente para as contas e resolvi experimentar.

Ivone a Cortesã - Como foi a tua primeira experiência? O que sentiste?
TugaEris - A primeira experiência foi num site que já não existe - «Sala21». Consistia em estar ligada no site, os clientes compravam créditos, esses créditos serviam para me levar a privado, onde eu me iria despir e masturbar. Mas o primeiro dia foi tudo tão rápido que fiz vários privados, mas não cheguei a masturbar-me. Tive sorte de principiante, ganhei mais em 2 horas do que num dia de trabalho, o que me deu a ilusão de ser lucrativo e fácil.

Ivone a Cortesã - O que é mais importante para ti nesta actividade de webcam girl?
TugaEris - O mais importante é poder trabalhar no conforto e segurança da minha casa e obter um rendimento que me permite viver.

Ivone a Cortesã - Do que gostas?
TugaEris - Gosto de me sentir valorizada.

Ivone a Cortesã - Do que não gostas?
TugaEris - Que me tratem com vulgaridade e não respeitem o meu trabalho, sim, porque para mim é um trabalho.

Ivone a Cortesã - Coisas que te chateiam?
TugaEris - Que liguem para o meu Skype sem pedir autorização, atrapalha o que eu possa estar a fazer. Que me peçam insistentemente real ou encontros ou me perguntem porque não faço. Que me façam ligar a câmara para provar quem sou e depois não compram o serviço, só me fazem perder tempo.

Ivone a Cortesã - Coisas que deliras?
TugaEris - Um bom orgasmo virtual, e acima de tudo reconhecerem que sou uma pessoa.

TugaEris2 Duche

Ivone a Cortesã - Como têm sido estes 7 anos, quase 8 anos, de Webcam Girl?
TugaEris - Com bons e maus momentos, de fácil só tive o primeiro dia, os problemas vieram logo na primeira semana, sempre me chamaram nome, sempre me disseram que nunca ia conseguir e tem sido assim até hoje. Mesmo assim nunca desisti, não é opção.

Ivone a Cortesã - O que mudaste?
TugaEris - Perdi a capacidade de acreditar nas pessoas e tornei-me mais fria.

Ivone a Cortesã - O que aprendeste?
TugaEris - Sobreviver, com as críticas das pessoas e deixar que isso não me afetasse, pelo menos tento todos os dias.

Ivone a Cortesã - O que aperfeiçoaste?
TugaEris - Gostaria de dizer que fui aperfeiçoando os meus shows, mas não, confesso que os meus shows eram muito melhores no primeiro ano.

Ivone a Cortesã - O que repulsas?
TugaEris - Cobardia! Somos todos heróis e heroínas atrás de um PC.

TugaErisMotel3

Ivone a Cortesã - Tens alguma história engraçada para contar?
TugaEris - Muitas, já fiz milhares de shows! Desde cair de uma cadeira ou cama em pleno direto num site com centenas a ver, despejar uma garrafa de wiskie sobre o corpo nu e quando chego ao sexo chorava com dores com aquilo a arder e continuei o show, com uma amiga a beber shots do meu corpo que ficou tão alcoolizada que não conseguia fazer show. Dava uma enciclopédia!

Ivone a Cortesã - Como é que tem sido ser Webcam Girl, estudante e mãe ao mesmo tempo? Como consegues gerir tudo num dia tão pequeno de 24h?
TugaEris - Desde os 18 anos que sou mãe, trabalho a full time e estudo. Viciei-me em cursos, todos os anos digo que não vou tirar mais, mas acabo um e começo o outro, já não sei viver sem isso. Nunca posso desistir de ser mãe, por isso esse é o trabalho principal da minha vida. E ainda arranjo tempo para ser voluntária num associação para animais.
Por norma, começo a trabalhar às 9/ 10 da manhã, vou alternando com tarefas de casa, tratar dos animais e ser mãe. Vantagens de trabalhar em casa: páro o trabalho para as refeições, levar e buscar o menino à escola, levar o cão à rua, ir às aulas. E o meu dia termina perto das 3/4 da manhã, por norma de segunda a domingo, 365 dias por ano, inclusive Natal, dia 24 e 25 de Dezembro, e Ano Novo, 31 e 1, trabalho com os mesmo horários.

Ivone a Cortesã

Ivone a Cortesã

Sou um ser livre porque não tenho segredos :)

Eu Ivone, para além de acompanhante, sou empresária, dona de uma agência de publicidade e também sou certificada como terapeuta pelo Ministério de Saúde do Texas!

Ser acompanhante foi uma nova re-invenção, pois posso ter orgasmos, ser paga, e ficamos por ali! :))))))
 
https://www.facebook.com/diariodeumacortesa

blog comments powered by Disqus

Poner anuncio grátis