PUB
mascote
PUB


11 dezembro, 2014 Homem apanhado a fazer sexo com cão do vizinho... pela segunda vez

É um particular caso de amor a um cão de porte grande. Só não é certo que este tenha gostado do sexo...

Um homem de 65 anos foi condenado a uma pena de prisão, depois de ter sido apanhado a fazer sexo com o cão de um vizinho. Uma pena pesada que se justifica pelo facto de já ter sido apanhado antes a satisfazer-se com o mesmo cão...

Homem apanhado a fazer sexo com cão do vizinho... pela segunda vez

Um homem norte-americano foi condenado a uma pena de prisão, depois de ter sido apanhado a fazer sexo com o cão de um vizinho. O facto de já ter praticado o acto noutra ocasião, e de já ter sido condenado por isso, justifica a pena pesada.

Melvin Parley Pace, de 65 anos, foi julgado e condenado a 180 dias de prisão, depois de se ter declarado culpado, o amenizou a pena. Ele foi considerado culpado de três crimes de terceiro grau - um delito de luxúria, outro de bestialidade e um terceiro de intrusão criminosa.

Proibido de contacto com "mamíferos de tamanho médio a grande"

Este particular fã de sexo com animais, ou melhor dizendo, de sexo com o cão do vizinho, é reincidente e vai cumprir pena numa prisão de Utah, nos EUA. Além disso, fica com uma pena suspensa durante 36 meses e proibido de qualquer contacto com crianças e com "mamíferos de tamanho médio a grande"! Suponho que se enfiar o pénis num chihuahua não haverá problema... 

O homem foi apanhado, pela primeira vez, a satisfazer-se sexualmente com o cão em Dezembro de 2013. Os donos do cão filmaram tudo, depois de suspeitarem que algo se passava, por encontrarem o portão do cubículo onde o animal ficava aberto.

Nessa altura, Melvin Parley Pace foi condenado por crimes de bestialidade, luxúria e intrusão criminosa, ficando com uma pena suspensa por 12 meses.

Mas, está claro que o homem não conseguiu afastar a sua paixão do cão, um Kangal, uma raça turca de grande porte, e foi apanhado uma segunda vez, também pelas câmaras instaladas pelos vizinhos no local onde o animal fica.

As novas filmagens mostram Melvin Parley Pace a ter sexo com o cão em, pelo menos, sete ocasiões distintas, conforme revelam os registos da polícia.

A reincidência obriga-o a registar-se como criminoso sexual e a receber tratamento psicológico, além de motivar uma pena de prisão efectiva.

Kangal: "cão de ovelhas"

O Kangal é conhecido pelas suas características como cão de guarda de animais. O nome provém do distrito turco de Kangal, em Sivas, de onde é originário, sendo muitas vezes apontado como "cão de ovelhas" por ser particularmente dotado para cuidar de rebanhos, afastando lobos, ursos e outros predadores.

Considerados cães leais e gentis com as crianças, os Kangal são muito procurados por famílias por essa propensão para o carinho e para a guarda dos que os acolhem no seu seio. Características essas que poderão ter sido aproveitadas por Melvin Parley Pace para satisfação pessoal...

Gina Maria

Gina Maria

Moça católica e de boas famílias, apaixonada por secretas fantasias, eternamente interessada em mais, mais, mais...

blog comments powered by Disqus

Inserir Anúncio Gratis